Todo e qualquer conteúdo desta página pertece ao autor desse blog, não é permitido o seu uso sem a sua devida autorização. Agradeço a sua visita e peço encarecidamente que deixem as suas opiniões nas postagens, sendo assim a melhor forma de retribuição.

 

Conheça a Banda UÓ!

21 janeiro 2013

Conheça um pouco melhor a Banda Uó!

Eu sempre trago dicas super quentes pros internautas, confesso que sumi por um tempo, mas agora voltei por uma causa mais que justa, necessária. Vim aqui compartilhar pra vocês uma banda que desde a primeira vez que ouvi já vi que era gente quente na música, Banda UÓ. E pra quem ainda não conhece não estranhe só o nome não, eles realmente vieram para causar não só com um nome tão irreverente como esse, mas também com seu estilo, tanto na moda e musicalmente, quanto, e principalmente , nas letras.  A banda que surgiu em uma brincadeira de divulgação de uma festa brega, virou febre no país. Motivo? O Brasil ainda não tinha visto algo tão irreverente e divertido assim desde o tempo do Momonas Assasinas, só que agora, de uma forma mais extravagante e cheio de leds e batidas. Me lembro que a primeira vez que ouvi falar na Banda Uó foi em 2010 com a música 'Não quero saber', uma versão super divertida da música da Katty Perry "Teenage Dream"  interpretada pela primeira formação da banda, Davi Sabbag, Mateus Carrilho e Flora Crosara. Tudo bem que a voz atotunizada da Flora me dava um pouco nos nervos, mas adorei a música. Talvez porque nesta curta e breve canção, ou melhor, deste single lançado para divulgar a festa UÓ, tenham batidas, de Pop, Pop rock, Dacehall, reggaeton e tecnobrega, tudo em menos de 1:43, pra mim era algo fantasticamente maravilhoso, eu particularmente adoro misturebas e claro, não é segredo pra ninguém isso, sou um amante eterno do reggaeton o que por ter um pouco dentro da música, me fez ter amor a primeira vista a banda.



Essa brincadeira, começou a virar alto sério, quando eles foram pra festa, todos sabiam cantar a música que foi feita apenas pra divulgar a tal festa brega - Deveriam fazer uma banda de verdade, não é mesmo? - Pois... ELES FIZERAM!

Eles lançaram sua primeira faixa, produzida pelo Bonde do Rolê (Sim, aquela banda que canta uns funks bem sinistros!), resultado? Uma música bem sinistra e pra lá de divertida. No canal do Murillo,foi lançado até um make of da gravação da música. [VEJA]

O resultado? Confiram!


Simplesmente SUCESSO! Hoje o vídeo tem mais de 1 milhão e 300 de visualização no youtube, só esse clip, que nada mais é do que uma versão bem feita da canção Whip My Hair de Willow Smith (Sim aquela filhinha danada do Adam Smith - Isso já prova que eles tem um bom gosto). E pra minha felicidade, mais batidinhas que me lembrava muito o Reggaeton e Ragga e um toque nada sutil de Hard Rock, esse tecnobrega tava era diferente, em? No mesmo clip a Flora aparece, mas não canta, só que depois desse clip, ela sumiu do mapa, não sei pra onde foi, se alguém souber me avisa, ok?

De qualquer forma, eis que reina Candy Mel, sensualizando com sua voz sexy e seu poder de vingança. A música foi escrita pelos integrantes Davi Sabbag e Mateus Carrilho e retrata explicitamente o caso entre Luciana Gimenez e Mick Jagger, que foi parar na justiça e em todos os sites de fofocas do mundo. A canção foi tão bem bolada que ganhou o premio da VMB 2011. A canção diz indiretamente para a Luciana Gimenez se vingar do Mick Jagger, nome que eles fizeram questão de soltar na canção para que seus seguidores entendessem o sentido da música. Eu particularmente adorei. (Risos), Não sei se a Luciana Gimenez gostou tanto, pois quando eles foram no programa dela, ela não pareceu dar muito espaço pra eles falarem sobre o assunto. Eu não assisti na Tv, mas assisti tudinho pela internet, quando eles foram divulgar sua nova faixa do álbum 'Motel' do qual ainda iremos falar (claro eu vasculhei tudo, por que vocês sabem, quando eu gosto, eu 'goooxxxto' (vocês ainda vão entender por que escrevi assim)! Procuro saber de tudinho!) E cá pra nós, devem ter pedido a eles para não fazerem referências sobre a música Shake de amor, mas o Mateus, engraçadinho do jeito que é, no fim, falou em tom de ironia, Vamos tomar um shake ali! Belo trocadilho! (Adoro esses meninos - Risos) Vejam o vídeo:



O mais legal desse vídeo nem foi o trocadilho do Mateus, foi a (até que enfim) explicação sobre o que é UÓ pra eles, por que até antes de eu conhecer a banda era algo totalmente pejorativo e eis que Mateus, se pronuncia: -  Ser Uó é assumir o que todo mundo tem vergonha. Pra gente ser uó, é ser legal. é cair, enfiar o pé na jaca, isso é ser Uó! E ainda não satisfeitos a Candy deu mais uma explicaçãozinha: - Uó é assumir a liberdade! A Liberdade de expressão!

Eu apoio totalmente eles, e assino no que a Candy Mel falou, principalmente depois que eu percebi que a música Faz Uó, começa com "Hoje eu acordei danado com fogo no rabo, eu quero é me acabar" Isso que eu chamo de liberdade de expressão! Eles simplesmente dizem o que vêem a cabeça e é isso que eu acho tão divertido nessa banda, chega da mesmice! Eles falam tudo sem medo de ser feliz.



Esse vídeo foi produzida pela Desk e eu adoro a qualidade dele, tem até coreografia nesse. Mas relax se você não conseguiu acompanhar, a titia Mel ajuda vocês. [Aprendam a coreografia]

Eu lembro que antes de eles lançarem o Cd eu vi uma matéria no G1, que muito me esclareceu o foco da Banda, apesar de eu já saber, mas vale a pena compartilhar.

"O CD tem muito mais as nossas influências do que aquele tecnobrega rasgadão. Tem um pouco de tecnobrega, claro, porque a gente percebeu que é disso que o povo gosta, mas é um CD totalmente pop.Todas as nossas músicas sempre têm uma história por trás, que é uma história, em geral, brega mesmo. De dor, do corno, da mulher que é super passional. A gente não floreia as coisas, as nossas letras são muito diretas, muito verdadeiras.
Nós estamos com tudo novo, e as melodias são nossas. Porque as pessoas acham legal [as versões], mas valorizam mesmo o trabalho do artista quando ele vem com uma coisa própria”, 
explica Carrilho pro G1.




Enfim, o álbum foi lançado e foi um sucesso explosivo. Foi escolhida pela revista Rollingstone como o 9º melhor CD nacional de 2012, sendo que a mesma revista já havia titulado o Cd, como o álbum mais ousado do ano. Já o site Move that juke box elegeu o Cd da Banda como o 7º melhor do ano. Eles são tão 'bixos soltos' que até a capa do Cd ficou entre as melhores capas (chamadas de cover) do ano de 2012 pelo site americano Remezcla, ocupando novamente a 9ª posição.

Eu sou suspeito em dizer qualquer coisa, até por que eu sei cantar todas as músicas do Cd e todas as demais que não estão neles, até uma versão de uma música chamada 'Ask' que eles chamam carinhosamente de Whisky eu sei, e olha que eles ainda nem gravaram essa faixa.

O Brasil tava precisando de algo meio (eu disse meio? TOTALMENTE) revolucionário assim e extravagante. Normalmente só os cantores internacionais que gostam de extravasar, isso não é algo tão comum na nossa cultura, acho que tava faltando esse toque apimentando e a Banda Uó traz isso como ninguém fez. Conseguem ser mais animados e estranhos que o Bonde do Rolê, e mais legal que a banda Cansei de Ser Sexy, e além de revolucionarem o tecnobrega, que é a raiz da banda, é a base, é de onde tudo começa e os motivos dos LEDS acenderem, eles podem misturar tudo, mas eles não largam sua essência que é o tecnobrega, ou tecnomelody como preferem. Eles misturam tanto que eles brincam dizendo que criaram um novo estilo de tecnobrega o NewMelody, mas acreditam que Pop os definem melhor,já que eles misturam estilos populares.

Não nego pra vocês que minha paixão pela banda começou por que eles enfiam reggaeton em quase todas as músicas deles, e depois que eles resolveram pela primeira vez abrir mão do tecnobrega e abraçarem em uma música o puro Reggaeton, ai que eu pirei. A canção "I LOVE CAFUÇÚ" ainda traz aquelas letras bem estranhas e engraçadas, mas todo o resto é totalmente reggaeton puro, o que me fez ter um carinho ainda maior pela banda. A outra música que traz muito reggaeton é a canção 'Vânia', uma canção super divertida sobre uma prostituta. Esse novo CD é tão bom e extremo que tem até axé, a canção Búzios do coração, te faz viajar e recordar daquelas músicas antigas de axé, apesar que graças a canção em participação com Luís Caldas 'Beija flor' já não é tão estranho ver a Banda Uó cantando um axé gostoso.



O álbum tá tão 'Babado' (é como dizem) que até preta Gil tá em uma canção desse álbum na faixa 'Nega Samurai'. Eu não sei como eles conseguem misturar tanto, por que até Forró tem no Cd deles, sim, ouçam a música 'Chorei', é de chorar com a história dessa música, acho que mais triste que essa música é a canção sertaneja 'Cowboy' que se não fosse a letra cômica eu já tinha bebido um litro de vodka e chorado tudo que Maysa Matarazzo não chorou na vida toda.

Mateus falou que nesse álbum tem mais de 13 batidas diferentes, tem forró, reggaeton, pop, ragga, dancehall, rock, axó, pop rock, dance, house, tecnobrega, funk, black entre outros aí.   O que acho incrível é que além da influência Latina que eu adoro, eles ainda adoram brincar com nome de cantores, ai vai Alcione, Rita Lee, Joelma, Chimbinha, Seu Jorge, Mick Jagger e referências que não acabam mais nunca.

Perceberam que se deixar eu fico aqui falando o dia todo, é que gosto de valorizar a criatividade e isso é o que eles tem de sobra e devem ser valorizados com toda a certeza. Certeza que o próximo show deles aqui em Salvador eu vou.



A Banda ainda sofre alguns preconceitos, claro, eles são polêmicos, é super normal, mais existe preconceito não só com o som e o estilo deles como a orientação sexual deles,sim  onde sei o Davi e o Mateus são gays assumidos, ou Bi, sei lá, a Mel, uma flor de menina é uma transexual... (NOSSA SÉRIO?) Sim! Descobri no programa ESQUENTA se não, eu nunca iria saber! [ASSISTA A PARTICIPAÇÃO DELES NO ESQUENTA] Fiquei surpreso quando soube também, mas sabe? Nunca pensei curtir uma banda assim. Isso mostra que ela vem quebrando barreiras e preconceitos. (Palmas pra banda de novo e dessa vez em pé) Por esse motivo, claro, os gays adotaram a banda, por representar tão bem eles, mesmo as canções trazendo histórias heteras.  No programa MTV Sem Vergonha a Mel fala sem vergonha com detalhes sobre sua sexualidade e intimidade [ASSISTIR] diz também que dentro da Banda Uó ela criou um personagem fetichista, mas garante que na vida real, ela não é assim. Quando eu disse que eles eram diferentes de tudo que vocês já viram, garanto que muitos duvidaram! Acho que agora, não mais!  E eu não estou nem ai pra opção sexual deles, eu só quero saber de curtir a banda e dou maior apoio pra eles e quero que eles cheguem muito mais além. Eles mandam super bem, além de saberem cantar, o Davi tem uma voz de dar inveja. E outra, eu nem vejo a Candy Mel como Transex, a vejo como uma mulher, porque no fim das contas, é o que de fato ela é.

Recentemente, logo no inicio do ano, eles lançaram o seu mais novo clip, Gringo, e em 3 dias já alcançaram mais de 100 mil acessos e como sempre a letra é daquelas que merece uma reflexão:

"Lá vem o gringo subindo a ladeira, meu rego tá soado de tanto pedalar"


Esse clip conseguiu ser mais chamativo do que eles, uma mistura de Lady Gaga, Rihanna, É o Tchan, Olodum M.I.A e mais alguma coisa assim. Deve ter dado um baita trabalho. O próximo vídeo deve ser Vânia, assim espero. Pra eu não ficar falando muito leiam a matéria no site VICE sobre o novo clip Gringo. [VER MATÉRIA]

Graças a canção "malandro", música que anima qualquer balada cheia de partes totalmente eletrônicas e dançantes, o bordão que a Candy Mel fala no meio da música "Ai eu gooxxtooo" começou a pegar entre os internautas. (Entendeu agora por que escrevi assim lá em cima?)

Eu sempre dou risada das letras da banda por que as vezes a letra tá tão bonita e do nada eles soltam uma frase meio surpreendente, tipo na música Perfume Amargo, tá uma coisa linda até de repente "Sua piranha sem vergonha vai tomar no cú, eu sei que você vai!" Eu não aguento e rio! Viva a liberdade de expressão!



Iai? O que vocês acharam dessa Banda Uó? Eu poderia falar horas aqui sobre essa banda que revolucionou o tecnobrega, transformando-o em algo totalmente pop, mas é bom vocês também tomares suas próprias conclusões. Certeza que vai ter gente que não irá gostar dessa extravagancia ou do estilo da banda, afinal gosto é gosto, mas ao menos devem concordar comigo que eles merecem o nosso respeito pela iniciativa.
O seu público é o mais variado possível, talvez por ser uma banda bem versátil, tendo como maior público o movimento indie, hipsters e rock alternativo, não, seu público maior não é de tecnobrega, isso não é uma loucura?


Banda Uó na Itália

No final do ano passado eles viajaram pra fazer turnê internacional e botaram os gringos pra mexer!

Eu demorei horas fazendo essa matéria, mas valeu a pena, virei a noite por uma boa causa. Agora é só dormir e quando acordar não esquecer de fazer UÓ. E um pedido pra banda, por favor, FAÇAM MAIS REGGAETON? *__* Eu 'goxxtoo' ! E não é só por que eu sou cantor de reggaeton e sou fanático pelo gênero não, é por que vocês fazem um reggaeton sensacional. Olha que sou afiadíssimo no reggaeton, tenho mais de 7 anos na área, sei do que estou falando.

Eles são a banda mais diferente que já vi na minha vida! Continuem assim, daí pra melhor!



Leia também outras matérias sobre a banda que escrevi:
A influência do Reggaeton no tecnobrega
Banda Uó lança Reggaeton tutulada 'I LOVE CAFUÇÚ'

E pra vocês quem quer ouvir mais músicas dessa incrível banda, basta dá player e se divertir, aqui em baixo temos todas elas esperando você: (Não esqueçam de dar PAUSA nas minhas músicas lá em cima)

1 comentários:

Hisrain Reis disse...

Eu adorei. Mto informativa e divertida. Eu gooxxxxtooo mto da banda uó tbm e adorei seus comentários haha.

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails