Todo e qualquer conteúdo desta página pertece ao autor desse blog, não é permitido o seu uso sem a sua devida autorização. Agradeço a sua visita e peço encarecidamente que deixem as suas opiniões nas postagens, sendo assim a melhor forma de retribuição.

 

A Marketing e seus 4 pontos (Composto de Marketing - 4P's)

17 janeiro 2013

Eu no segundo semestre de engenharia de Computação, peguei como matéria optativa a disciplina "Princípios de Administração" com a professora Cidineide Ribeiro, da qual particularmente adorei. Nessa matéria explica muitas coisas legais, desde gestão, comportamento, empresa, produto, até a marketing e elementos sociais. Contudo, vim aqui compartilhar com vocês um dos assuntos que achei bem interessante discutir: Os 4 Pontos da Marketing. Resumir em um pequeno texto as partes mais importantes e uma forma bem tranquila e objetiva possível.  Não importa se você não é especifico da área, acho necessário todos terem essa noção, por que serve não só pra empresas,  ou pessoas envolvidas no ramo, como também pra a nossa vida, e é utilizada frequentemente em nosso dia-a-dia.


Os 4 pontos da Marketing


Para tudo na vida é necessário termos motivações e estratégias, o sucesso só existe se sabermos como alcançar-lo, e se estivermos motivados para isso, tudo fica mais fácil. A Marketing, seja ela empresarial ou pessoal é uma das estratégias mais importantes que existe e por que não, a melhor de todas. A Marketing, além de todos os benefícios, gera algo quase mais importante que a própria marketing, a motivação. Com ela todas as outras coisas fluem mais rápido e com fervor.  Quando falamos em Marketing, muitos pensam somente em estratégia de venda, mas ela é muito mais que isso, ela é o segredo de conseguirmos com sucesso alcançar nossos objetivos de forma gloriosa. E quando falamos de Marketing, se voltada as empresas, não podemos deixar de falar dos 4 pontos que influenciam a forma como os consumidores respondem ao mercado. São eles: Produto, Preço, Promoção e Praça (Chamado também de Ponto ou simplesmente Ponto-de-venda) essas 4 variáveis juntas formam o tão famoso marketing mix, ou composto de marketing como é chamado aqui no Brasil. Cada um dos 4P's , engloba uma série de atividades e funções.

Produto - Se não há o que vender, ou oferecer, não há o que divulgar, e logo não há motivos para existir a marketing. Então, esse grupo, antes de existir todos os outros, é totalmente necessário que exista primeiro. Além da preocupação da  existência desse ponto, é necessário rever todas as variáveis que o compõem:

Diferentes tipos de Design - Características - Serviços - Diferenciais com a concorrência - Marca
- Tamanho - Variedade de produtos - Especificações - Política de Garantia - Devoluções - Embalagem - e é claro Qualidade.

Preço - Saber qual preço irá cobrar pelo seu serviço ou produto é quase definir o seu público alvo. Quais pessoas podem comprar seu produto? Muitas vezes o preço fala mais alto até do que todos os outros pontos e suas variáveis. O preço é uma isca, quase tão poderosa quanto a Promoção em muitos casos, sendo ele (o preço) moldado de acordo com o produto em questão. Se você for por exemplo vender uma revista, o preço tem que ser igual a todas as bancas de revista, mas esse o preço for de uma locação de DvD por exemplo? Terá que ser o mais baixo possível, porem se for vender jóias, o preço agrega valor ao produto, quanto mais caro, mais valorizado é, e assim aumenta o desejo de consumo. O ponto Preço agrega  muitas variáveis importantes como:

O próprio Preço em questão comparado a outros - Financiamentos - Condições de Pagamento - Prazo médio - Número de Prestações - Concessões - Descontos - Crediário.

Promoção - Reúne diferentes métodos de promoção do produto, marca ou empresa, em outras palavras, a arte de alcançar e convencer as pessoas de que seu produto ou serviço é realmente bom, bom não, excelente. Esse é o veículo da marketing, é através dele que é feita a divulgação do produto. Sabendo dominar esse ponto, muitas vezes o ponto Preço é até despercebido por muitos, o poder de persuasão faz com que as coisas se tornem mais atraentes e interessantes e isso motiva as pessoas a quererem adquirir seus serviços ou produtos, é a melhor arma para se ter bons resultados. Alguns fortes exemplos de que realmente esse ponto funciona sem muitas vezes nem darmos conta, é só percebemos que as vezes conseguimos completar frases de comerciais, decorar uma canção de um determinado comercial, ou até saber o número de um local cantando o seu single de propaganda, ou simplesmente associarmos um determinado produto a uma marca, por exemplo, quando falamos em lâminas de barbear o que vem a sua cabeça? (Gillette?) Macarrão instantâneo (Miojo?) Achocolatado em pó (Nescau?) Palha de aço? (BomBril?) FotoCopiadora? (Xerox?) Água Sanitária (QuiBoa?) Nesses e em muitos casos acaba que o nome da marca é mais forte que o nome do próprio produto. Isso é resultado de uma boa promoção. Então se quer ter sucesso com o produto que divulga, anote as seguinte variáveis:

Propaganda - Publicidade - Relações Públicas - Trade Marketing - Boca-a-boca - e os mais diversos tipos de Promoções.

Praça (Ponto-de-venda) - Em tempos modernos já podemos dividir esse pensamento em duas partes, ponto de venda física e virtual, é exatamente um ponto de referência. Esse ponto é considerado o mais importante por alguns analistas que acreditam que mesmo que tenham, bons preços, bons produtos e boas ferramentas de promoções, se seu ponto 'Praça' não for bom,  todo seu investimento pode ir por água a baixo, isso por que quando falamos de ponto de venda, incluímos não só o espaço físico ou o virtual em questão, mas também o atendimento, a distribuição, o ambiente e a estrutura do local, isso é o que traz o diferencial, por que preços todos podem reduzir, produtos todos podem ter e em promoções todos podem investir, mas se tiver um diferencial no atendimento, na distribuição, uma boa estrutura, rapidez e ambiente agradável, não só fará clientes fiéis como os mesmos indicarão a sua empresa para outras pessoas, e esse será o seu Ponto principal.   Então muita atenção para as variáveis que compõem esse grupo:

Lojas - Canais de distribuição - Logística - Cobertura - Transporte - Estoque - Locais - Armazenamento - Distribuição.

Philip Kotler, a maior autoridade em Marketing da atualidade, define o composto de Marketing como o conjunto de ferramentas que a empresa usa para atingir seus objetivos de marketing no mercado alvo”.  O interessante é usarmos e abusarmos desse conjunto de ferramentas respeitando sempre, claro, as normas e regras tanto do consumidor, quanto do vendedor e as demais regras estabelecidas para o uso dessas ferramentas. Em resumo, podemos verificar que o comportamento do consumidor se resume as nossas ações, então na hora de investir na sua empresa sempre pense em agregar valor e respeito a sua empresa e em várias maneiras de como agradar seus clientes, afinal sem eles não existiria nem mesmo a ideia de existir Marketing.


Referências Bibliográficas


SERRANO, Daniel Portillo. Os 4 Ps do Marketing. Disponível em : Acessado em 11 de Janeiro 2013.

0 comentários:

Postar um comentário

Related Posts with Thumbnails